terça-feira, 16 de abril de 2019

A morte deveria ser um suave fim de dia...


Às vezes penso 
que o pior da vida é a morte...
Que nunca a desejamos,
mas que sendo inevitável
que venha o mais tarde possível.

Depois, em dias como o de hoje,
em que a alma se contorce de dor
e agoniza também no sofrimento alheio,
tenho a certeza que
 há alturas 
em que a morte é desejada.

Uma vez mais presencio
a destruição que o cancro faz 
e a angustia que provoca
no corpo que domina.

Mais uma amiga na terrível fase terminal
e não há palavras que descrevam tanta dor...

Sabendo que temos que morrer,
porque não vem a morte 
vestida de luz, como um fim do dia?
Porque vem como um carrasco
sugar lentamente a vida,
até que os olhos percam o brilho
e neles se leia apenas suplica?

Porque não vem a morte 
como um sol poente,
embrulhar-nos na sua escuridão?

A morte deveria ser 
um suave fim de dia...

(tão triste que me sinto hoje)



Benvinda Neves



Sem comentários:

Enviar um comentário