quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Céu Azul, que me contagia...





















É este céu azul que me contagia …

Tem dias em que o “interior” não cabe cá dentro,
é difícil controlar o seu crescimento,
que fica maior que o corpo que o devia conter.

Parece loucura
o tão grande desejo de liberdade,
como se um casulo apertado
prendesse toda a vontade de voar.

Culpo este céu azul que me contagia
e por aquela janela pequena me desafia,
fazendo convite
para que me envolva com o dia.

Sedutor, luminoso, apetecível,
este límpido dia de Inverno,
que leva a alma e a conquista,
deixando-a humildemente rendida a seus pés.

 Não há tristeza quando o sol brilha,
todas as cores são vida e alegria.

Este bocadinho de céu
é a viagem sem fim,
que não limita o sonho.

Por momentos... visto-me de ilusão
e desfruto o prazer
de deixar sair livre o pensamento,

O único que consegue transpor paredes
e sair em Liberdade…


 Benvinda Neves
31 Janeiro 2013

Sem comentários:

Publicar um comentário