Google+ Badge

terça-feira, 3 de julho de 2018

"Casa do Alentejo"...


É um edifício magnifico, 
contrastando a simplicidade do exterior,
com os riquíssimos pormenores da arquitectura interior.

Subimos a escadaria 
e desembocamos num pátio cheio de luz,
rodeado de arcos trabalhados, 
paredes revestidas a belíssimos azulejos,
cantarias luxuosamente decoradas,
janelas de sacada com gradeamentos trabalhados...
e é como entrar num palácio árabe.
Ficamos deslumbrados 
e indecisos no que mais apreciar.

Foi construído no final do século  XVII
e era conhecido por Palácio Paes do Amaral 
ou Palácio de Alverca, por os proprietários serem
 aristocratas de Alverca.

No inicio do século XX foi alugado a uma empresa
que o transformou no "Magestic Club",
o primeiro casino da capital.
Passada a fase de novidade e "esplendor", o edifício fechou,
tendo quatro anos mais tarde sido arrendado
 e depois adquirido pelo Grémio Alentejano, 
que passou anos depois a ter o nome actual de
"Casa do Alentejo"...
(sede da Associação Regionalista do Alentejana)
É orgulhosamente descrito como
património de todos os Alentejanos.

Ali se realizam actividades sócio-culturais
que promovem e divulgam o Alentejo.

Voltei a ir lá  almoçar com a amiga Paula Moniz,
pois  além do lugar bonito que descrevi,
é também calmo para sentar a conversar
enquanto se degusta um prato tipicamente alentejano.

Fica a sugestão para quem não conhece, 
pois é mais um dos lugares bonitos e históricos da capital,
que vale a pena conhecer.




























Benvinda Neves



Muitos anos de grande amizade, 
que a distancia não fez diminuir.