Google+ Badge

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

As nossas nuvens…



As nossas nuvens…


Às vezes tenho asas… grandes e brilhantes,
Obtidas dos meus sonhos
E são elas que me permitem voar
Acima de todos os lugares onde não quero estar.

Com as minhas poderosas asas encontro as mais altas montanhas,
Onde fico tão perto do céu, que consigo tocar as nuvens
E moldar-lhe os rostos, com bocas carnudas e sorridentes,
Que beijam e lambuzam o azul do céu, colorindo o mundo.

Toco as estrelas e acendo uma por cada desejo de felicidade,
Pinto sóis luminosos e quentes
Para que as roupas não sejam precisas,
E todos os corpos se sintam iguais e livres.

Espalho faixas de luz para que todos vejam os caminhos
E os percorram sentindo que os nossos pés tocam a terra,
Mas o nosso coração estará sempre ligado ao céu,
Na busca incansável de Sonhos sempre Novos e Grandes.

São estas asas que me renovam a esperança
E me puxam na direcção do sol, 
Quando os ventos me empurram
E me levam para céus que me entristecem.

São asas mágicas que visto nos meus sonhos,
Que me fazem tantas vezes planar acima do mundo…
Contemplar com prazer e tempo tudo o que amo
E me deixam um sorriso grande com a renovada vontade
De continuar a procurar ser feliz.

Para cada um de nós haverá sempre um par de asas,
Que nos transformam em seres sonhadores,
Capazes de acreditar que o mundo pode ser olhado com magia
E que as nossas nuvens,
Terão a Cor e as Formas que lhes Quisermos Dar.

Benvinda Neves
Agosto 2013