terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Trabalhemos a nossa mente para sermos felizes...




Li um artigo bastante interessante,
 sobre medicação e placebos.
Os médicos que se têm dedicado 
ao estudo do efeito sobre os doentes,
estão impressionados 
com o numero tão grande de pacientes
que se curam, apenas com o placebo,
porque acreditam que estão medicados 
com tratamentos inovadores.

Curandeiros, bruxos, astrólogos, padres
e outros tantos, convincentes,
que com o dom da palavra 
conseguem verdadeiros milagres,
precisamente porque 
quem recorre aos seus serviços "acredita."

O nosso corpo envelhece, adoece
e padece de cansaço dos anos, 
mas a mente 
tem papel principal sobre 
a nossa vida.

Nenhum medicamento fará efeito,
se não creditarmos que nos vamos curar.
Claro que há quem acredite e lute até ao fim,
sem conseguir resistir à doença,
mas quem não acredita,
tem uma probabilidade ínfima de cura.

A mensagem que hoje quero deixar
é que somos aquilo que pensamos.

Pessoas sempre negativas,
carregam a alma de desgraças e vinganças
e vivem uma vida de lamentação,
sem reconhecer a bênção que é viver.

Pessoas positivas,
enchem a alma com as alegrias do dia a dia,
agradecem a Deus e aos que fazem parte do seu mundo
e reconhecem que a felicidade
são as dádivas diárias
 que nos acarinham e fazem sorrir.

Trabalhemos a nossa mente
para sermos felizes...

Benvinda Neves






Sem comentários:

Publicar um comentário