Google+ Badge

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Estarei sempre perdida...




Estarei sempre perdida...

Assim me perco a olhar o horizonte,
a construir sonhos na linha infinita,
que limita apenas a aproximação física.

Mais além...sempre mais além...
tão longe estás,
que só o pensamento te trás a mim,
barco de ilusões, sem porto ou pouta.

Navego na sede de ser este o dia...
ou será que se pode percorrer a vida
sem nunca nos encontrarmos?

Estarei sempre perdida,
em marés descontroladas,
porque nasci para o mar,
mas nunca aprendi a navegar.

Benvinda Neves