Google+ Badge

segunda-feira, 10 de março de 2014

Alma …







Alma …

A minha alma é líquida,
Como água transparente.

Reflecte o chão quando nele se espraia,
Ora as cores do céu que nela se deita.

Guarda a dor em silêncio
E canta em festa a alegria.

Tem sombras que são saudade
E sois que são promessas.

Rios tumultuosos de desejo
E lagos plácidos de aceitação.

A minha alma é líquida e transparente…

Escorre de mim,
Em braços de paixão que me unem ao mundo.

Benvinda Neves

Março 2014