Google+ Badge

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Museu do Oriente - Macau e Timor...


Biombos, moveis e quadros de madrepérola
e madeira exótica, artisticamente trabalhada,
sedas suaves, armaduras e máscaras,
que mostram culturas muito diferentes da nossa.

Fazem parte da fantástica exposição do 
Museu do Oriente, 
no piso dedicado a Macau e Timor...

Todos os objectos se encontram 
protegidos por montras de vidro,
pelo que as imagens têm muitos reflexos,
mas ainda assim dá para apreciar a beleza
de algumas das peças em exposição.

"Memórias da
 passagem portuguesa pela Ásia"...




























Benvinda Neves


Dia de Inverno...


Chove "copiosamente"...
o tempo está de acordo com a Estação do ano:
céu cinzento, coberto de névoa, 
ruas alagadas com a paisagem pintada de "melancolia"...

Dia de Inverno...
até o Palácio deixa transparecer o seu ar "velho e triste"
de quem precisa de "cosmética" para voltar
à sua áurea aparência...

Também nós somos influenciados pelo tempo...
mais sorridentes em dias de sol,
mais sisudos nos dias escuros.

 "Pintemos um sorriso"...
para iluminar o dia.







 Benvinda Neves

domingo, 29 de janeiro de 2017

Doca de Alcântara...


Manhã boa para um passeio na
Doca de Alcântara...

Bonita, debaixo do céu azul 
e de uns agradáveis 20ºc - que fazem esquecer 
os dias mais frios.











Benvinda Neves



Museu do Oriente - "Opera Chinesa"...


Portugal é um país pequeno,
mas enorme em História.
Há raízes portuguesas em todos os cantos do mundo,
desde a altura dos "Descobrimentos".

Sou péssima com datas, 
mas gosto muito de História
e de tudo o que tenha a ver com diferentes culturas.

Um dos Museus mais bonitos que temos, é o
"Museu do Oriente"...
situado perto das Docas de Alcântara / Lisboa.

Já o tinha  visitado - mas hoje voltei a fazê-lo.

Tem peças lindíssimas (uma colecção de luxo),
 que contam a nossa ligação a Timor, Macau e China. 

Da China - deixo imagens da bela colecção dedicada à 
"Opera Chinesa"...
que nos fascina desde sempre,
pela sumptuosidade dos espectáculos,
expressa nas gestos, nas feições, nas acrobacias, nas vestes
e na versatilidade vocal - num contraste absoluto
com os cenários quase vazios.

As Operas Chinesas eram normalmente 
encomendadas por homens ricos 
que as dedicavam a divindades,
em festas em sua honra.

De festas itinerantes, exibidas pelas ruas
e perto dos altares das divindades,
 passaram mais tarde  a ser celebradas
em salões de chá.

Ontem pelo calendário Chinês - começou um
Novo Ano...
que seja um Bom Ano,
com aceitação e respeito pela "diferença",
porque a beleza e a harmonia estão na diversidade do mundo.

Temos sempre muito a aprender com todas as culturas...





























Benvinda Neves