Google+ Badge

domingo, 17 de janeiro de 2016

"Duas horas Palmilhando Lisboa"...


Visitar Lisboa,
é caminhar horas por ruas e vielas
e descobrir uma cidade cheia de contrastes.

O Tejo é o coração da cidade.
Por ali se sentam no chão, nos muros e nas esplanadas,
os grupos de amigos, os turistas, os apaixonados,
 os sonhadores e até os solitários.
O céu é azul e o sol incide sem obstáculos
e aquece quem o procura.

Passando o Arco da Rua Augusta 
e entrando nas Ruas da Baixa,
a luz foge-nos, o azul desaparece e a sombra 
desconsola, fazendo-nos sentir o frio.
Talvez por isso, as lojas estão apinhadas de gente
que mexe e remexe nos artigos em saldo,
 perante os olhares críticos dos empregados.

Nas  Ruas as esplanadas vazias,
 à sombra dos prédios altos e estreitos,
onde os funcionários tentam cativar os transeuntes,
ligando aquecedores e distribuindo mantas.

Do alto o Castelo de São Jorge,
com o "presépio" a seus pés,
coroado pelos últimos raios de sol,
como se fosse ele os olhos da cidade.

Foram assim 
"Duas Horas Palmilhando Lisboa"...























Benvinda Neves