Google+ Badge

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Incertas as madrugadas de Outono...

(Praia de Carcavelos)






Incertas as madrugadas de Outono...

É no silêncio das madrugadas
que o coração foge do peito
e descobre na brisa 
o prazer de deambular...

É ali junto ao mar
que se misturam os nossos beijos,
em maresia suada de tanto querer...

É na suavidade das cores da madrugada
que fica adormecido o amor
e é em espuma que se desfaz na areia.

É na cadencia dos passos certos
que nascem os pensamentos incertos
e num mar tão cheio,
descubro o vazio imenso que em mim ficou...

Belas, mas incertas
as madrugadas de Outono,
que não me deixam adivinhar os dias...



Benvinda Neves