Google+ Badge

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Depois da "tempestade"...






Depois da "tempestade"...



Às vezes sentimos-nos
sombras fantasmagorias,
erguidas no meio do nada,
açoitadas por ventos imprevisíveis.

Mas depois da "tempestade",
continuamos de pé.

Somos como troncos erguidos,
nus, desprotegidos,
sujeitos a novas intempéries.

Demora muito tempo
até que os nossos galhos quebrados
sarem e voltem a dar folhas.

Mas...enquanto estivermos de pé,
temos a certeza que um dia
voltaremos a ser Árvores Inteiras...


Benvinda Neves