Google+ Badge

segunda-feira, 20 de março de 2017

Contra a descriminação e a Favor da Integração...


 Ao longe já se ouviam os ritmos Africanos
e à medida que nos aproximámos
demos com um palco na Praça
com musica ao vivo e mulheres a dançar.

O ritmo dos corpos, o colorido das vestes 
 e os sorrisos faziam adivinhar uma grande festa.

Mas não era - e o assunto é muito sério.
Foi a forma que um grupo de Guineenses residentes,
encontrou para se manifestar.

A manifestação era: 
Contra a descriminação 
e a Favor da Integração...

Estou absolutamente de acordo com eles,
contra a forma como são tratados os cidadãos
filhos de emigrantes, que nascem em Portugal.

Não compreendo que gente que nasce cá,
nunca conheceu outro lugar,
chegue à idade adulta sem conseguir nacionalidade.
Conheço quem tenha cerca de trinta anos, nasceu em Lisboa 
e não consegue cartão de identidade
porque não lhe é reconhecida a nacionalidade 

Como pode integrar-se e sentir-se cidadão 
se sem cartão de identidade não consegue emprego
nem acesso a uma vida normal?

Como diz no protesto que os manifestantes seguram:
"Quem nasce em Portugal é português"...

Que o governo reveja 
esta dificuldade tão grande
para muitos dos nossos cidadãos.








Benvinda Neves