Google+ Badge

sábado, 18 de outubro de 2014

Rosas…



Rosas…

Vermelhas - as da Paixão…
Que incendeia a alma
Que renasce e cresce pelo prazer.

Pétalas rubras que tecem tapetes de desejo,
Onde se deitam os amantes.

Cor-de-rosa – as do Amor…
Que tomou o lugar da paixão,
Preencheu todo o coração
E se aconchega no colo da felicidade.

Pétalas suaves que formam véus de ternura
Que envolvem os que se amam.

Amarelas, Brancas ou matizadas…
Contam entre sonhos e desejos,
Histórias simples de amizade.

Pétalas que são como nuvens esfumadas,
Entre alegrias ou tristezas.

Há rosas pálidas,
com espinhos de silêncio.

Pétalas sem cor,
Que não perdem o cheiro...

Há Rosas que doem.

Benvinda Neves
Outubro 2014










Benvinda Neves