Google+ Badge

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Sou mãe da Solidão...


Sou mãe da Solidão...

Sou mãe da Solidão...
Gerei-a no meio de tempestades.
Gestou na desilusão
e pari-a com muita dor,
no auge do temporal.

Quando ela nasceu,
chorei lágrimas de desespero,
porque o berço que ocupou,
tinha-o preparado para os sonhos.

Prometi nesse dia ama-la como filha.
Amamentei-a no peito cheio de dor,
embalei-a em meus braços vazios,
sequei as suas lágrimas tristes
e mais tarde alimentei-a de sorrisos.

Cresceu linda, calma e confiante.
Hoje deixo
que tome conta de mim.

Todos somos pais da nossa solidão...

Benvinda Neves