quinta-feira, 22 de agosto de 2019

"Silvana Peres"...


Ainda da noite de Fados de ontem, nas
Festas do Mar,  
na Baía de Cascais, 
uma voz bem animada, que eu desconhecia:
"Silvana Peres"...

Um estilo completamente diferente de 
cantar fado.
Como dizia  a amiga Nela
"este fado, parece-me uma morna,
até dá para dançar."

Investigando aqui pela Net, como faço sempre 
que me deparo com o "desconhecido",
Silvana Peres quer recuperar o tempo 
em que o fado era bailado
e promove a luso-fonia, 
fazendo uma mistura entre fado, samba, coladera, morna,
chorinho, baião, chote, tango, bolero... etc.

Em suma - uma "Mistura de musicas,"
que resulta numas "mexidinhas" 
a que a Silvana Peres dá vida,
porque tem boa voz e dança muito bem.

Segundo li também, foi na infância 
campeã nacional de danças de salão latino-americanas.








Benvinda Neves



"Fado à Janela"...


Noite de Fados na Baía de Cascais...



Ontem à noite, em Cascais,
 uma vez mais cumpriu-se  uma das tradições das 
Festas do Mar e cantou-se 
"Fado à Janela"...

As janelas do bonito edifício dos 
Paços do Concelho
abrem-se para se ouvir vozes e guitarras.

Há quem como eu, adore e vá de propósito,
mas há também quem por ali passe 
e seja surpreendido e pare para escutar.

Para mim é um dos momentos mais bonitos 
das festas de Cascais.

Sara Paixão e Gonçalo Castelbranco,
foram as vozes que encheram  a praça.


 



Benvinda Neves



quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Praias da Duquesa e da Conceição...


A calma das madrugadas...

Cascais - Praias da Duquesa e da Conceição.









Benvinda Neves



Inquietude...


Se só os pássaros voam,
porque teimam em voar os pensamentos
e se libertam constantemente
das paredes que fazem os dias?

Será culpa do azul do céu e do mar,
que os levam no vento louco,
que desce da serra
 e varre todos os lugares.

Inquietude...
na aparente calmaria.

- Baía de Cascais - tão linda - 





Benvinda Neves



terça-feira, 20 de agosto de 2019

Guincho - sempre de uma enorme beleza...


Toda a natureza se reflecte na alma.

São as cores, o vento, o céu,  o mar, os cheiros... 
que nos despertam os sentidos 
e nos fazem sentir 
parte deste mundo que amamos.

Guincho - sempre de uma enorme beleza...
















Benvinda Neves



segunda-feira, 19 de agosto de 2019

"Dia Mundial da Fotografia"...


Assinalando do 
"Dia Mundial da Fotografia"...

Ler, escrever, viajar e Fotografar,
fazem parte dos meus grandes prazeres.

Com uma máquina fotográfica na mão
(por pequena que seja, que é na maioria das vezes o caso),
nunca me sinto só.

As imagens além de servirem de memória,
ensinaram-me a observar e a amar 
mais o mundo que me rodeia,
contribuindo sem duvida alguma,
para tornar maior e mais sólido 
o meu mundo interno.



(imagens em que fui surpreendida - quase todas da autoria 
da amiga Nela Gomes)


Benvinda Neves


"Crescemos" em cada viagem...


Reflectindo sobre uma imagem que publiquei em 2014
e a pensar que é tão verdade 
o pensamento com que a acompanhei:
"Os nossos sonhos têm o tamanho do nosso horizonte"...

Ainda ontem um dos meus irmãos comentava 
a propósito de uma pessoa de quem gostamos muito:
"já reparaste que apesar de ter um curso superior,
tem uma vida tão limitada, sem conhecer nada
e sem curiosidade nenhuma. Como consegue?"

É verdade, 
há quem seja feliz com o seu bonito quintal
e não tenha curiosidade nenhuma
em relação ao resto do mundo.
Nós, pertencemos 
à classe dos que "pelintras, sem quintal"
se sentem  felizes pelo mundo.

Não importa se a paisagem
dá para um silencioso campo Alentejano
ou se é o mar que ruge a nossos pés.
O "nosso" Horizonte...
 vem de dentro,
da forma como olhamos o mundo.
Grande se o desejamos conhecer,
Pequeno se nos conformamos com 
o que vemos da janela.

O Sonho, 
é sempre proporcional
 à insaciável vontade de conhecer...

Das Aventuras: boas e más,
guardo em mim "fragmentos" 
de gentes e lugares que me "esculpiram"
e que junto com o tempo fazem quem sou.

Ninguem volta jamais a ser quem foi,
"Crescemos" em cada viagem...


Benvinda Neves

domingo, 18 de agosto de 2019

Azenhas dos Tanoeiros...


Bem digo que o mês de Agosto
é o mês das festas 
e não há terra onde a gente vá 
que sirva de excepção.

Hoje fomos às 
Azenhas dos Tanoeiros...
que pertence à Encarnação / Mafra
e lá estavam as ruas principais engalanadas.

Sempre a fé e o profano 
de mãos dadas...

Muito curioso neste lugar,
onde os homens se dedicavam 
ao fabrico e arranjo das pipas para o vinho,
são todos os elementos dedicados à arte da vindima 
que se encontram decorados a enfeitar as ruas.
Há uvas, garrafões, pipas, funis, baldes,
tudo forrado a croché garrido .

Nestas localidades mais pequenas,
reina o espírito familiar
e estas festas são sobretudo 
motivos para conviver entre vizinhos,
ao mesmo tempo que se angariam fundos 
e se dão a conhecer as actividade das colectividades.

Terminam hoje os quatro dias 
em honra de 
Nossa Senhora do Rosário...







Benvinda Neves



sábado, 17 de agosto de 2019

"Oiçam 80 Mente"...


O serão de ontem, foi no 
Casino Estoril...

O meu irmão Francisco ganhou dois bilhetes
num passatempo da Rádio Sesimbra
e lá fomos ao teatro.

Como é evidente, não é permitido fotografar
o espectáculo, por isso hoje aludo o tema
com imagens do espelho de água exterior,
o que resta de um jardim que já foi belíssimo,
mas que de há uns anos para cá foi perdendo beleza 
e hoje pouco mais é
que um extenso pedaço de relva,
onde se realizam de vez em quando eventos.

Fazendo referencia ao espectáculo:
"Oiçam 80 Mente"...

Não o classificaria como teatro, 
mas como "maratona musical".
Não sendo eu apreciadora de musicais,
refiro que os jovens artistas 
são excelentes.

Em palco passam todas... mas mesmo todas 
as musicas possíveis e imaginárias 
que foram os anos 80.
Nos anos oitenta andava eu na casa dos vinte,
e recordei ontem com algumas musicas,
alguns episódios desse "louco" tempo.

A musica, os livros e a imagens,
a fazer-nos sempre "viajar"...











Benvinda Neves