quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

Nunca resisto a um céu bonito...

Nunca resisto a um céu bonito...



Benvinda Neves 

Mais um bocadinho da nossa bela Lisboa...

Desde o inicio do mês que não ia a Lisboa

e apesar de continuar com todas as portas fechadas,

é notória a diferença da quantidade de carros em circulação

e do numero de pessoas com quem me cruzei,

sobretudo junto ao rio.

Com toda a sinceridade - sabe-me bem ver gente nas ruas,

pois o mundo vazio não faz sentido 

e é logo um sinal de "alerta" na nossa mente.

Continuamos em "confinamento",

mas há que pensar em voltar à vida, 

com os necessários cuidados preventivos.

O medo é importante, porque nos ajuda a ser sobreviventes,

mas quando deixamos que o medo 

seja o mais forte dos nossos sentimentos,

transformamos a vida em pesadelo.


Mais um bocadinho da nossa bela Lisboa...



















Benvinda Neves

domingo, 21 de fevereiro de 2021

Devo um pedido de desculpas a alguém...

Devo um pedido de desculpas a alguém...

Há uns meses foram colocadas placards 

no Trilho da Ribeira das Vinhas,

onde diz que lagostins e enguias fazem parte 

dos habitantes da ribeira.

Achei com toda a sinceridade que as placas 

teriam outro destino ou que o estudo se reportaria

a um tempo longínquo, dado que a maior parte dos meses 

esta ribeira não tem gota de água e o seu leito

não passa de uma cama de pedregulhos.

Ontem a tempestade trouxe inundações

e hoje havia muitos e muitos lagostins a agonizar

nas bermas que foram inundadas.

Onde vivem estes bichinhos, quando não existe água?

Juro que se colocarem  uma placa a dizer que existe um Neptuno

neste rio agitado - não volto a duvidar,

pois de certo ele se transforma em lagostim,

quando o rio seca.




 

Benvinda Neves

"Ribeira das Vinhas"...

Hoje à tarde, resolvemos explorar a parte da 

"Ribeira das Vinhas"...

que ainda não possui trilho, descendo junto à 3ª circular

 e seguindo o carreiro paralelo à água.

Ontem foi dia de temporal, a ribeira transbordou,

alagou tudo em redor e algumas árvores caíram.

Por esta razão, não seria o dia ideal, 

para fazermos este percurso, pois os terrenos então empapados

e enterramo-nos constantemente na lama,

mas por outro lado, a quantidade de água no leito da ribeira,

é um espetáculo único, 

que tem realmente mais beleza após o diluvio de ontem.

Ficamos com a noção exacta do que é um

"passeio higiénico" - pois a seguir à caminhada,

esperava-nos inequivocamente a banheira.

Mas para mim, o banho de lama,

valeu o deslumbre da paisagem.















Benvinda Neves

 

sábado, 20 de fevereiro de 2021

Quando a "tempestade passar"...

Ouvi nas noticias que faz hoje 1 ano

que se teve "consciência" da entrada do vírus em Portugal,

pelo registo do paciente "zero" e consequente contaminação em cadeia.

Um ano de pesadelo, que nos parece uma eternidade,

que veio mudar o mundo, destruir vidas e redefinir prioridades.

Todo este tempo depois, continuamos em "confinamento,"

com mais de mil e quinhentos contágios diários 

e mais de setenta mortes.

Quando a "tempestade passar"... 

nada ficará como antes.

Não tenhamos ilusões, porque o país estará mais pobre

tanto a nível económico, como a nível emocional.

Estaremos todos muito fragilizados

e vamos precisar de tempo para nos voltarmos a sentir seguros.

Temos saudades das nossas vidas.






Benvinda Neves 

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021

"Telas de Inverno na Vila de Oeiras"...

Da "voltinha" à hora de almoço,

mesmo sendo a paisagem repetida,

não deixa de ser bonita para voltar a ser apreciada.

"Telas de Inverno na Vila de Oeiras"...








 

Benvinda Neves

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021

Regresso a casa...

Regresso a casa...

Uma vez mais a caminhada higiénica 

pela Avenida Marginal, do Monte Estoril a Cascais.

Tantas saudades de sentir o mar,

 de andar livremente.














Benvinda Neves