quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Fica o convite e o meu Obrigada...


Dia 2 de Abril,  a Google 
encerra a sua plataforma G+,
com muita tristeza da minha parte 
e de tantos outros que como eu,
consideravam o G+ a melhor rede social.

Fica o meu agradecimento a todos os que durante anos,
 fizeram parte desta partilha
e me acompanharam diariamente através das colecções.

Desejo que alguns tenham vontade
 de me continuar a acompanhar
através do Blog "Sua Maldade"...
e através do Facebook:

Fica o convite e o meu Obrigada...






Benvinda Neves



Pormenores do Fogão de Sala - da "Maison Fourdinois"...


Admiráveis na arquitectura 
e na arte antiga, são os pormenores...
Tudo era esculpido e trabalhado minuciosamente,
como se o tempo fosse infinito.

Deslumbro-me com o empenho e o cunho pessoal 
que cada artista incutia nas suas obras.

Não vou contar de novo a história 
do Fogão de Sala 
da "Maison Fourdinois"
que já aqui contei em 2016
https://bcpvneves.blogspot.com/2016/06/o-fogao-de-sala-da-maison-fourdinois.html
e que continua à entrada do 
Palácio do Marquês de Pombal,
mas mostrar de novo,
com mais pormenor - esta belíssima obra de arte.

















Benvinda Neves



Sedução...





Sedução...

Há espuma espalhada pela praia,
porque o vento endiabrado
se entreteve a desmanchar o rendilhado
com que o mar insistentemente tenta seduzir a areia.

Zanga-se com o vento
a Areia serena e  romântica,
que acredita naquele mar agitado
que a abraça, murmura e decora de branco.

O Mar, incansável sedutor,
não confessa à areia,
quantas praias já rendilhou,
até porque ela nunca lho perguntou.

O Vento, que vive para se divertir,
rodopia e em tropelia,
desfaz os desenhos do mar
e parte tão rápido quanto chegou.

Não aprendeu a areia...
que de novo se deixa seduzir pelo mar.

 Benvinda Neves



quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

"Capela do Palácio do Marquês de Pombal"...


Tempo de chuva,
não dá para passeios no exterior,
por isso aproveitei a hora de almoço
para uma vez mais apreciar a beleza da 
"Capela do
 Palácio do Marquês de Pombal"...

É pequenina e uma das poucas salas do Palácio
que está em (relativo) bom estado.

Riquíssima em pormenores,
com os tectos e as paredes todas rendilhadas 
em estuque, sobre fundos rosa e azul.

É dedicada a Nossa Senhora das Mercês
e ali repousam mumificados os corpos de
Santa Leonor, São Briciano e Santa Vitória, 
presentes enviados pelo Papa ao Marquês.

Faltam os bancos adequados ao local
e está a precisar de alguns restauros nos estuques,
mas é sem duvida um templo lindíssimo,
que merece ser apreciado.

Aqui se realizam de vez em quando,
alguns concertos e encenações históricas,
organizados pela Câmara Municipal.

Um dos lugares bonitos a visitar 
no centro histórico de Oeiras.






















Benvinda Neves




terça-feira, 29 de janeiro de 2019