Google+ Badge

terça-feira, 31 de julho de 2018

Guincho - Duna da Cresmina...


Férias é sinónimo de liberdade,
praia, casa cheia,
passeios longos 
e dias sem horas marcadas.

Guincho - Duna da Cresmina...












Benvinda Neves



segunda-feira, 30 de julho de 2018

Despedida em tons de fogo...


Despedida em tons de fogo...







Benvinda Neves



A Beleza e a serenidade das noites de Verão...


Anoitecer de ontem,
sobre a Baía de Cascais.

A Beleza e a serenidade 
das noites de Verão...










Benvinda Neves


"nada acontece por acaso"...


Amar é dar o melhor de nós
e desejar ver felizes aqueles que amamos.

Quando o amor que damos,
nos é retribuído com amor...
invade-nos uma alegria imensa,
pois sentimos multiplicados os nossos sentimentos.

A sobrinha Íris,
é uma ternura - bom feitio e super meiguinha.

Hoje tinha uma surpresa para a sua "titia"
(como carinhosamente me trata).
Uma moldura com uma foto nossa, 
tirada em sua casa, em um  envelope decorado
e com uma citação:
"bons amigos, são como as estrelas,
nem sempre podemos ver,
mas temos a certeza que estão sempre lá".

Percebi a mensagem...

Sem duvida, que ela tem a certeza 
que mesmo não me vendo com frequência,
sabe que me tem sempre que precisar.

 Sabermos quem nos ama 
e com quem podemos contar,
pode não resolver todos os nossos problemas,
mas dá-nos força para os enfrentar.

Quis o "destino" que o pai (um amigo de infância)
a trouxesse até minha casa
e me apresentasse como sua tia.
Pouco tempo depois faleceu repentinamente
e eu que não o via há mais de trinta anos,
perdi o amigo que reencontrei 
e ganhei esta querida sobrinha.

São tantas as vezes que na minha vida 
penso seriamente na frase que 
"nada acontece por acaso"...





Benvinda Neves




domingo, 29 de julho de 2018

Aniversário da Camila...


O tempo passa tão depressa...
e ficamos "velhotes" sem darmos por isso.

Parece que foi há tão pouco tempo que fiquei madrinha
de uma menina chamada Edna, que vivia na 
Aldeia de Crianças SOS de Bicesse
e tinha 12 anos.
Olhos meigos que desde essa altura
passaram muitas férias de Verão e fins de semana comigo.

Cresceu, começou a fazer a sua vida de adulta,
teve uma filha e ontem fui convidada para o 
Aniversário da Camila...
que já fez dois anos.

Festa grande e bonita, que a Edna encomendou
e com a qual quis provar o seu amor de mãe.

Felicidades para as duas princesas,
que têm lugar no meu coração.



Benvinda Neves


Um fim de dia junto ao Tejo...


Sexta-feira dia 27 foi o dia do maior eclipse da lua.
Foi muito anunciado em toda a comunicação social,
pelo que despertou a atenção de todos.
Apesar do céu ultimamente andar coberto de nuvens,
resolvemos que íamos sair para ver a lua.

Carro cheio e escolhemos Belém
para o final do dia, onde nos sentámos junto ao Tejo,
como centenas de pessoas.

Esperámos... esperámos e nada de lua...
Conversa daqui, conversa dali, com piadas e risos à mistura
e eis que  um jovem no grupo ao lado 
nos mostrou numa aplicação no telemóvel
a lua a nascer lentamente por trás do Cristo Rei.
Só tínhamos que ser pacientes e esperar...

Quase duas horas depois, diz um dos rapazes desse grupo:
"olhem a lua afinal está ali, sobre o pilar esquerdo da ponte"...
Lá redireccionaram as máquinas
 que estavam preparadas sobre os tripés
e nós entre gargalhadas, apontamos também na direcção
 da modesta lua quase transparente em tons alaranjados,
esfumada  no negro do céu
(quase não a víamos).

Não registei a lua - pois não escolhemos o lugar ideal 
para o fenómeno, pois esta zona de Belém tem demasiada luz
 e também porque precisava de um zoom que não tenho.
Por ironia, teria sido melhor termos ficado em Cascais,
pois era mais visível junto às praias com menos luz,
ou até mesmo à porta de casa.

Entre a decepção e o divertimento, 
com algumas anedotas à mistura, reinou a boa disposição
e ficam as memórias de 
Um fim de dia junto ao Tejo...













Benvinda Neves