Google+ Badge

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Sonho, porque há madrugadas...


Suavidade - em tons madre-pérola,
que acrescentam magia ao silêncio do nascer do dia.

A placidez do céu espelhada no areal,
contrasta com a agitação do mar,
sempre tão semelhante à minha alma.

É este mar insatisfeito
o guerreiro inconformado que se agita e protesta,
para se quedar extasiado 
nas cores do amanhecer.

Sonho, 
porque há madrugadas...

(Carcavelos)













Benvinda Neves