Google+ Badge

quarta-feira, 14 de junho de 2017

"Peneireiro - Vulgar"...


No inicio da Primavera vi aqui pelo bairro
cinco pequenos falcões, conhecidos por
"Peneireiro - Vulgar"...

Dois casais fizeram ninho nas floreiras dos prédios,
sendo que um dos ninhos 
é precisamente na casa ao lado.

Não é nada fácil fotografar estas aves,
pois estão sempre atentas aos movimentos, 
assustam-se com muita facilidade e fogem.

Tento não perturbar - mas é irresistível 
ouvir tanto piar e não espreitar de vez em quando...

Tenho aprendido muito, sobre o seu habitat, 
pois desde Maio que os observo todos os dias.

Cada ninho tem três crias
e os pais são incansáveis caçadores a alimenta-las.

São dos primeiros pássaros a recolher,
quando o sol se põe,
mas só um dos adultos fica com as crias à noite.
Ao nascer do dia já lá não está, 
os filhotes ficam sozinhos, escondidos e calados.

Os pais vêm várias vezes ao dia
mas nunca directamente para o ninho.
Fazem-se anunciar estridentemente
e vêm quase sempre juntos.

Trazem minhocas, lagartixas e crias de pássaros,
que desfazem no beiral do prédio em frente
e só depois de terem a certeza 
que não correm perigo, vêm alimentar os bebés. 

As crias ficam agitadas quando ouvem os pais
e respondem a piar.
Quando o sol está mais forte é quando as consigo observar,
pois devem agitar-se por causa do calor.
Uma é mais destemida 
é sempre a que enfrenta o meu olhar,
enquanto os irmãos se escondem debaixo dela.

A mãe falcão continua a não confiar em mim,
consigo fotografa-la na floreira da vizinha,
se estiver na varanda, que fica mais longe,
da janela mesmo ao lado, ela não permite.

Os pombos também tiveram crias na floreira abaixo,
mas os pais não são tão cuidadosos 
quanto os peneireiros.

Espectáculo a Primavera...

como observou o meu irmão,
este prédio parece um berçário.
Maravilhosa natureza.

















(as crias de pombo na floreira do andar abaixo)

Benvinda Neves