Google+ Badge

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

"É Carnaval... ninguém leva a mal"...


Quando era garota, por cá ouvíamos que o 
"Carnaval é Trapalhão"...
e que "no Carnaval ninguém leva a mal".

Trapalhão porque qualquer coisa "mal enjorcada" 
dava para nos mascaramos 
e "ninguém leva a mal" - porque era feito de sátira e mal-dizer.

No Carnaval "a rir" faziam-se criticas sociais,
e satirizava-se (depois do 25 de Abril) a politica.
Hoje na maioria dos locais já não é assim,
importaram-se outras modas,
mas há ainda quem "brinque" 
fazendo renascer as nossas origens.

Lá pelo nosso serviço,  as "Folionas habituais",
trouxeram um rabula muito gira,
lembrando a todos que é ano de eleições autárquicas.

Vinha o diabo que aconselhava a votar em todos,
seguido do anjo que pedia para reconsiderar...
acompanhados pelos candidatos cheios de promessas.
Não faltaram os boletins de voto,
a urna que recebia os votos por cima,
mas que deixava serem retirados por baixo,
para ver se eram ou não do agrado
e até uma "juíza sem juízo" que validava o acto
e prometia resultados "lá para Outubro"...

Sem referencias partidárias,
porque a brincar... a brincar... 
fica a gente a pensar...
que a maioria de nós vê os políticos como aqui 
foram retratados.

"É Carnaval... ninguém leva a mal"...

E com a arte tão portuguesa para improvisar,
o encontro com 4 colegas que também brincavam ao Carnaval,
vestidas de macacos brancos a dizer "brigada CMO",
logo foram adicionadas ao grupo e chamadas de 
"votos brancos..." 

,















Sempre de Parabéns a Anabela Máximo,
o "cérebro" de todas as paródias...

Benvinda Neves