Google+ Badge

domingo, 9 de agosto de 2015

Jardins do Palácio dos Marqueses de Fronteira...

Hoje vou partilhar a razão
de andar com tanta vontade de visitar o
Palácio dos Marqueses de Fronteira.

Li há uns meses um documentário 
que classificava estes Jardins como estando entre os 
mais belos da Europa - tinha que os apreciar.

São lindos, mas sinceramente 
a visita valeu, pela beleza da arquitectura 
que podemos ver no interior do palácio.

Os jardins do 
Palácio dos Marqueses de Fronteira,
dividem-se em três espaços,
demarcados por altimetrias diferentes.

No espaço superior, junto à casa 
o jardim tem sombra de árvores de grande porte.
Cresce sem simetria alguma,
como que ao gosto de quem planta.
É o jardim de Vénus ou jardim de cima.

No socalco abaixo fica o
 jardim geométrico, ou jardim formal.
O acesso entre os dois é através da 
Galeria dos Reis, que tem de cada lado 
uma torre com escadarias
que nos levam ao nível do 
Tanque dos Cavaleiros.

Toda esta ala é posterior à construção
do edifício inicial, que era casa de caça.
Como a habitação permanente ruiu no 
terramoto de Lisboa em 1755,
esta tornou-se a casa da família
tendo esta obra e a ampliação do palácio
sido feitas na mesma altura.

Por ultimo uma escadaria 
que liga ao terceiro socalco, 
onde plantavam ervas aromáticas.


























Lisboa / Benfica

 Benvinda Neves