Google+ Badge

terça-feira, 1 de abril de 2014

Incendiou-se o campo …





Incendiou-se o campo …

Cheira a terra queimada, o bafo sufoca o respirar,
Molham-se os olhos quando se perdem nos galhos enegrecidos,
E dói a alma que vagueia ainda por entre as cinzas.

Espalharam-se semente em ventos de paixão,
Que desabrocharam em tons rubros,
Invadindo de cor e cheiro ao mesmo tempo todos os lugares.

Abraçámo-nos como o enlace da mesma raiz - fomos Um
E foi assim que cobertos de beijos,
Flutuámos acima do mundo.

Não se interrogam os pássaros - voam e são felizes,
Simplesmente porque é bom voar.

A natureza faz sempre promessas de renovação
Aos campos ardidos…

Das cinzas voltará a brotar Vida…

Benvinda Neves

Abril 2014