Google+ Badge

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

As Cores do Dia…




As Cores do Dia…

Há bancos de nevoeiro,
Que cobrem a paisagem roubando-lhe as formas e a cor.
A praia, as ruas o céu e o mar,
Têm uma só cor – Cinzento, triste e monótono.

É como se o dia acordasse com o rosto coberto
Por um véu de imensa tristeza,
Que não o protege da chuva que cai ininterrupta.

O mar ergue-se em muros enormes que rebentam sobre a costa,
Causando destruição na sua impetuosa ira.

A ribeira cresceu porque o mar desistiu de a receber
E a empurra terra dentro,
Devolvendo-a desnorteada ao seu curto leito de onde transborda.

Varrem-se os vestígios que o temporal deixou pelas ruas
E olha-se com desalento para o que ficou devastado.

Vendo o dia num só tom, que o cobre de melancolia 
Penso o quão importantes são para nós as Cores.
São elas que nos contagiam “as Vontades”.

Benvinda Neves
Janeiro 2014