Google+ Badge

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Porque voltam os Pássaros que soltamos?…

(imagem que tirei no paredão de Cascais, 
num dia em que céu e mar estavam pejados de gaivotas 
- vê-se a outra margem)


Porque voltam os Pássaros que soltamos?…

Há alturas em que dizemos que não temos palavras,
Porque temos consciência que todas as palavras
Serão pobres para descrever o que sentimos.

Tenho árvores a crescer cá dentro,
Carregadas de folhas verdes,
Que se ramificam por todo o meu corpo
E formam bosques frondosos de calmaria.

Possuo riachos que escorregam de prazer,
E enchem o meu interior de sons, frescura e cor.

Mas detenho também pássaros tristes,
Que se cansam de águas calmas e bosques verdes
E procuram enseadas junto ao mar.
Voam e chilreiam como jovens insatisfeitos,
À procura de se libertarem.

Por quanto tempo vivem pássaros que prendemos?

Tenho pássaros tristes que não querem estar presos.
Mas porque voltam cada vez que os quero soltar?

Benvinda Neves
Setembro 2013