Google+ Badge

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Dias felizes…


(as duas primeiras imagens são da autoria da amiga Nela Gomes)


Dias felizes…

Há dias que sentimos são especiais, sem que tenhamos grande explicação para que assim seja.
São contrários, aos que dizemos: “hoje não devia ter saído de casa”. 
Por norma temos tendência a valorizar esses, em que tudo parece correr mal e esquecemos que há os outros, aqueles que são precisamente a antítese em que dizemos: “Hoje foi um dia maravilhoso”.

Pois hoje, foi um desses dias especiais em que tudo pareceu correr perfeito. Costumo dizer por brincadeira que os “astros estavam por mim”.

Posso resumir apenas numa frase curta, o sentimento predominante no dia de hoje:
 “prazer imenso de viver”.

Sinto-me transbordar de vida, como todas as vezes que escrevo que há algo tão grande cá dentro, que não cabe cá.
Nos dias em que me sinto assim, apetece-me pôr um grande sorriso, sair por aí, com cara de tonta, a sentir o mundo pulsar em todas as coisas e todos os lugares.

Nestes dias, todos os momentos são para registar e guardar da melhor forma que for capaz. Gravo cá dentro, fotografo e escrevo, porque nos “outros dias”, são estes registos que me dão força e ânimo.

Foi um dia marcado por conversas, sorrisos e simpatia. Penso que todo o planeta aderiu, pois curiosamente pareceu-me que todas as pessoas estavam especialmente simpáticas e me dispensaram palavras com sorrisos. Posso jurar que até os estranhos estavam com ar amistoso – e não com a normal indiferença.

A natureza estava divina, com aquelas cores quentes que me deixam a alma sonhadora e incendiada de desejos. Para remate, aquela brisa suave que afaga o corpo e renova o espirito. Até a areia parecia ter sido criada à medida da pele – macia e moldável.

Há dias assim, que não sabemos explicar porquê, mas nos sentimos mais vivos e em completa harmonia com o universo.

Dias como este, o universo presenteia-nos a dobrar – nascem-nos também sentimentos de enorme gratidão.

Benvinda Neves
11 Setembro 2013