Google+ Badge

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Consciência...



Consciência...

Estou de volta a casa…
Voei sobre as planícies, campos, serras e mares
Mas não descobri lugar onde quisesse ficar.

Talvez nem tenha partido,
Mas apenas me confundido, sem sair de mim.

A razão de ser tão grande e tão pequena 
Depende apenas da comparação,
Que me transforma minúscula
quando olho para o universo,
Mas grande
quando me coloco ao lado dos vários mundos.

Enlouqueço por vezes…
Quando os meus pensamentos
saem por aí em voos desnorteados,
Como um bando de pássaros loucos, sem líder
E se espalham por todos os lugares.
Enlouqueço também…
Quando aprisiono em gaiolas
as minhas aves selvagens.

O meu mundo interior é tão grande,
Que pensamentos se perdem
ou renovam a cada instante.

Mas hoje, estou de volta a casa…

Aqui onde é o local do nascimento, 
Onde se aceita e se consciencializa
Que louco ou sano, somos um
E nos aceitamos como somos.

Benvinda Neves
Junho 2013