Google+ Badge

terça-feira, 5 de março de 2013

Livro...




Livro...

Não consigo olhar-te
como se olha para uma folha em branco.

Ou como se não soubesse
o que está escrito em tuas linhas
e tivesse que adivinhar
quantas páginas compõem a tua história.

Como posso olhar-te,
da forma como te olhas,
pela capa amarelecida,
se desfolhei com prazer cada página,
que exalou o cheiro a tinta
que só se solta de um livro novo.

Não sei em que capitulo fiquei…

Mas sei de cor cada palavra,
onde rimam
e onde a pontuação ficou esquecida.

Li-te com a entrega e a ternura
de quem adora leitura,
Sem modificar, sem rasurar,
apenas pelo prazer de te ler.

Como posso fingir que nunca te li,
Se não te arrumar fora de mim?


Benvinda Neves - Março 2013