Google+ Badge

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Que dizem os Olhos?

 Que dizem os Olhos?


 




                                                                             
                                                                               

Que dizem os olhos?
Apresentação do individuo, linguagem da alma, transparência do ser.
Os olhos Confessam sentimentos e dizem palavras que a boca jamais pronunciará.

Há olhos doces, sonhadores, receptivos que convidam ao diálogo,
Em cuja profundidade lemos beleza, poesia, amor.
Olhos cujo tempo não tem pressa, onde gostaríamos de nos perder.

Há olhos calculistas, fechados, interrogadores, desconfiados.
Olhos com os quais não queremos cruzar os nosso olhar,
Despertam mau estar, arrepios, receio e levam-nos a retrair.

Há olhos ternos, onde a infância não morreu apesar dos anos.
São meigos, sensíveis, confessam-se sem querer,
Convidam-nos a protege-los por não os querermos magoar.

Há olhos malandros, atrevidos, provocadores, onde se adivinha aventura.
Olhos de conquista, donos de um ego enorme, sempre insatisfeito.
Conhece-los é viajar entre promessas, sonhos fugazes e loucos, paixão e desilusão.

Há olhos tristes, sofredores, duros, amargurados,
Que de tão frágeis sucumbiram ao peso da vida.
Não os queremos como companhia, porque tanta tristeza e revolta contagia.

Há em todos olhos despreocupados, sorridentes, amistosos, tristes, profundos,
Acomodados, ou inquietos de desejo, sedentos de vida ou conformados.
Revelam quem somos e o que sentimos.
Em todos os olhos também choram.

Benvinda Neves - Dezembro 2012